Desde 2017, a Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace), que funciona em João Pessoa (PB), está autorizada pela Justiça Federal (por meio de liminar) a cultivar a maconha para fins medicinais. É a única entidade no Brasil que conseguiu essa autorização até o momento.

Atualmente, são 750 pacientes beneficiados com os produtos provenientes dessa erva. A Abrace produz óleo, spray e supositório de cannabis.

O diretor e fundador da Abrace, Cassiano Teixeira, lembra que devido à dificuldade em conseguir o canabidiol, começou a plantar ilegalmente maconha na cozinha de casa em meados de 2014 para extrair o óleo para medicar o irmão, que sofre com convulsões epilépticas.

Maconha produzida pela Abrace

Vendo que outras pessoas também passavam pelas mesmas angústias de sua família, ele teve a ideia de criar a associação para ajudá-las. Mas a liberação oficial veio depois dele traçar um longo caminho. As regras de segurança e controle determinadas pela Justiça precisam ser seguidas à risca. Mas, por ser liminar, a vitória ainda não é definitiva.

Número da Abrace

*Atendeu cerca de 900 pacientes em todo o país desde a autorização judicial;

*Atualmente possui 751 pacientes ativos até janeiro;

*Pelo menos 86 pacientes recebem o canabidiol de graça por não terem condições financeiras;

*A associação conta com 14 funcionários e busca expansão para sua segunda unidade em Campina Grande;

*A meta é conseguir autorização definitiva e até 2022 atender 10 mil pessoas.

Leia a matéria completa  do G1  AQUI

Fonte G1-PB/André Resende

Fotos:G1