Costuma virar a cara para o grão de bico? Saiba que ele é fonte de fibra e contribui para a redução do colesterol, segundo a nutricionista Karina Peloi. “As fibras insolúveis colaboram com o organismo na eliminação de açúcares, gorduras e colesterol”, afirma.

E olha só, a qualidade da proteína desse grão é superior às demais leguminosas, de acordo com a profissional. “Tem ainda uma boa quantidade de ferro e magnésio”, diz.

“Saiba que o magnésio que trabalha na composição de muitas estruturas, mais de 30 enzimas, e cuida do bom funcionamento do sistema neuromuscular”.

Ainda segundo a nutricionista, a leguminosa também é fonte de cálcio e vitaminas do complexo B, além de não ter nada de gordura e nada de colesterol. “Tem alta concentração de ácido fólico – útil na prevenção de doenças cardiovasculares e tratamentos de anemia”.

“E tem mais”, diz a especialista, “o grão-de bico contém triptofano, aminoácido importante na produção de serotonina, o neurotransmissor que ativa os centros cerebrais responsáveis pela sensação de bem estar. Por isso o grão-de-bico afasta a depressão e aproxima a felicidade”.

Por fim, ela afirma que o grão-de-bico possui fitoestrógenos – hormônios vegetais que previnem a osteoporose e problemas cardiovasculares. “É utilizado com sucesso em terapias de reposição hormonal para mulheres na menopausa”.

Depois de tudo isso, você vai continuar fazendo cara feia para esse grão?

 

Emília Araújo – jornalista profissional