Curso de Bioconstrução na capital; aberto a todas as áreas

0
197

Durante quatro dias, de 19 a 22/7, os participantes do Curso de Bioconstrução aprenderão duas técnicas de construção natural que não agridem o meio ambiente – a hiperadobe (terra ensacada) e a bambu a pique. A capacitação, aberta a todos, será realizada na área onde ocorria a peça teatral Jerusalém da Amazônia, na BR 364, Km13, sentido Cuiabá. Esta é a primeira vez que um curso nesse segmento é realizado na capital. Valor no final do texto.

O evento é promovido pelo Instituto Vida Sustentável. Além dessas técnicas, serão abordados conhecimento teórico sobre outras estruturas e tintas naturais, além de roda de conversas, mini oficinas e exibição de filmes.

“São construções com terra. Os participantes vão aprender, na prática, os como erguer paredes de hiperadobe e pau a pique”, explicou Regina Morão, uma das organizadores da oficina.

A programação inclui prática e teoria acerca dos conceitos de Bioconstrução/Construção Natural, Arquitetura Orgânica e Bioclimática, técnicas de construção com terra (obra, tintas naturais e manuseio de ferramentas). “Além disso, queremos também divulgar e fomentar a bioconstrução, mostrar que é viável e que qualquer pessoa pode fazer”, acrescentou a arquiteta.

Durante o período do curso, os alunos ficarão hospedados em uma escola da comunidade, mas poderá também levar barraca para ficar na área de camping. Será fornecido alimentação – café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde e janta.

Vale destacar que a alimentação será vegetariana. O grupo aproveitará também para discutir sobre alimentação saudável e PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais).

Facilitadores

Bruno Paz é arquiteto e urbanista pela Universidade Luterana do Brasil (2016), Permacultor pelo Instituto Curare. Estuda bioconstrução há 11 anos. Atualmente faz parte do escritório Casa Tropical e é membro do Instituto Amar-te. Tem o intuito de implementar e difundir soluções sustentáveis em Rondônia.

Regina Morão é arquiteta e Urbanista pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Rondônia. É membro do Grupo de Estudos e Pesquisas Modos de Vida e Culturas Amazônicas (GEPCULTURA). Atualmente é docente nos cursos de Engenharia da UNESC – Porto Velho. Tem experiência em bioconstrução e intervenções urbanas.

Serviço

Investimento: R$ 400,00. Inclui curso + alimentação + hospedagem (alojamento compartilhado ou camping) + os materiais.

Pagamento

Depósito ou transferência bancária para a conta:

Banco do Brasil | Agência: 3181-X | Conta Corrente: 23.320-X
Luana Lopes da Silva | CPF: 056.090.799-00
Boleto via PagSeguro (https://is.gd/bioconstrucaoro)
Parcelado em até 4x via PagSeguro (https://is.gd/bioconstrucaoro)

Parceiros: Jerusalém da Amazônia, apoio – Instituto Amar-te, Clube Marmita e Agrofloresta Rondônia.

Informações: por meio do facebook ou email para: reginamorao@gmail.com

Curta o Blog no Facebook

Siga no Instagram: blogdeponta_cabeca

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três × 4 =