Hérnia de disco é a terceira causa de aposentadoria precoce, afirma fisioterapeuta

0
856

*Alison Zandonai

O problema mais comum da coluna vertebral entre a população a partir dos 40 anos é a hérnia de disco. Ela provoca dores nas costas e alterações de sensibilidade na coxa, perna e pé. Surge, em geral, na região lombar. Essa doença é a 3ª causa de aposentadoria precoce.

O fisioterapeuta Alison Zandonai, da ITC Vertebral em Porto Velho, afirma que após os primeiros sintomas de dores nas costas, os músculos que protegem a coluna vertebral começam a ficar fracos e atrofiados.

O especialista explica que mesmo o paciente se sentindo bem sem tratamento, é essencial que ele cuide do problema para que a coluna volta a apresentar a sua funcionalidade normal, bem como executar atividades sob orientação de um profissional para fortalecer os músculos, e assim proteger a coluna.

Zandonai cita que os sintomas mais comuns decorrentes da hérnia de disco são dores localizadas nas regiões onde existe a lesão. “Essas dores podem irradiar para outras partes do corpo”, de acordo com ele. “Quando a hérnia é na coluna cervical, as dores ou as alterações de sensibilidade se irradiam para as regiões superiores dos ombros, para os braços, as mãos e os dedos”, relatou o fisioterapeuta ao Blog de Ponta Cabeça.

Ele destaca ainda que se a hérnia de disco é lombar, as dores se irradiam para as pernas e pés. O paciente pode também sentir formigamento, dormência, ardência e dores na parte interna da coxa. Ainda segundo o fisioterapeuta, as pessoas relatam que é uma “dor chata” e que não existe posição que melhore. Alguns relatam que pioram quando vão dormir.

“Isso acontece porque nesse momento o corpo fica relaxado e os discos se reidratam, aumentando o seu volume, e consequentemente comprimem as raízes nervosas. Nos casos mais graves, a compressão poderá causar perda de força nas pernas e até mesmo incontinência urinária”.

*Dr. Alison Luis Zandonai, fisioterapeuta, diretor da ITC Vertebral/Porto Velho, especialista em coluna há mais de 06 anos pela Associação Brasileira de Reabilitação da Coluna. ITC Vertebral:(69) 3224-3234/9.9236-4728.

Curta o Blog de Ponta  Cabeça no Facebook

Jornalista Emília Araújo

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × um =