É da área da saúde, tecnologia ou engenharia? O Canadá quer você trabalhando lá

0
33

Se o seu sonho é trabalhar no Canadá, não perca tempo. Veja como é fácil! As oportunidades são tanto na parte em que se fala francês (província de Québec), que faz missões de recrutamento periódicas no Brasil, quanto na parte inglesa, no entanto, nessa (inglesa) o mercado é mais amplo.

As áreas de saúde, tecnologia e engenharia são as que têm mercado aquecido por lá. Os salários são de 30% a 40% mais altos do que no Brasil. Porém, vale salientar que só pode ser contratado como profissional de nível superior em sua área de atuação quem tiver o diploma brasileiro validado no Canadá. Até que isso ocorra, a pessoa pode trabalhar como técnico.

Mas para conseguir trabalhar oficialmente lá é preciso que a pessoa seja especialista, ou se dedique profissionalmente ou academicamente para se tornar um (especialista). Falar inglês fluentemente é essencial.

Ed Santos, diretor de operações da empresa Canadá Intercâmbio, aconselha a quem tiver interesse em trabalhar nesse país deve começar a formar o seu network – participando de associações de classe, clubes, eventos e usar o LinkedIn para fazer contados.

Intercâmbio

No Canadá, ao contrário da maior parte dos outros países, o estudante pode trabalhar. Neste caso, para os intercambistas a área que oferece mais oportunidade de trabalho é a de serviços.

Quebéc/ trabalho

Já os que pretendem ir trabalhar nessa província canadense cujo  idioma é o francês, é bom ficar de olho no site Québec na Cabeça, onde são anunciadas as vagas e os candidatos podem se cadastrar.

Aqui, a área de tecnologia também predomina. Outra em alta é a de usinagem. Mas o processo de seleção não é exclusivo para esses profissionais, segundo informa Janaina Kamide, conselheira de atração de talentos da Québec Internacional.

Ela aconselha que mesmo que não haja vaga na área de atuação, é bom a pessoa fazer o cadastro e incluir o currículo na plataforma da Québec na Cabeça. De acordo com ela, o fato de o  interessado não dominar fluentemente a língua francesa, não é motivo para deixar de fazer a inscrição no site.

Bolsas de estudo

Há oportunidade também para  estudantes de graduação e pós-graduação que pretendem realizar projeto de estudo e pesquisa relacionado a desenvolvimento ou governança.  As inscrições para concorrer a uma bolsa são feitas por meio do programa  Futuros Líderes nas Américas (ELAP),

São oferecidas cerca de 400a bolsas por ano, e o programa já beneficiou mais de 3,6 mil estudantes desde 2009.

Os interessados devem verificar junto à sua universidade a existência de acordo de cooperação com instituições canadenses e solicitar uma indicação para a bolsa.

Mediante aprovação da universidade de origem, as inscrições serão feitas pelas universidades canadenses através de preenchimento de ficha no site e envio de documentação. É necessário que o estudante seja proficiente em inglês ou francês.

As bolsas são de 7 200 dólares canadenses para estudantes de graduação e 9 700 para estudantes de mestrado ou PhD, sendo que o período do intercâmbio pode ser de quatro a seis meses.

Fonte: Exame

https://exame.abril.com.br/carreira/o-canada-esta-oferecendo-bolsas-de-intercambio-para-estudantes/

https://exame.abril.com.br/carreira/profissionais-brasileiros-estao-na-mira-do-canada-mais-uma-vez/

Canadá precisa de especialistas e três profissões se destacam

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 − seis =